terça-feira, 26 de outubro de 2021

MPPE realiza parcerias para evitar evasão escolar e acompanha lançamento do projeto “Tô voltando, meu lugar é na escola”.


Nesta segunda-feira (25), a ação “Tô voltando, meu lugar é na escola” foi lançada na cidade de Olinda, para promover o retorno às aulas, após a identificação de um alto percentual de evasão escolar, identificado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). A iniciativa tem parceria com a Prefeitura de Olinda e com as Secretarias da Educação, da Saúde e da Assistência Social.

Segundo o promotor de Justiça da Educação do MPPE, Sérgio Souto, que está à frente do projeto, mais de 7 mil alunos matriculados nas escolas de Olinda não haviam retornado às aulas. “O objetivo é visitar nesta semana o maior número possível de alunos para que possamos entender cada situação e reverter esse índice. Há diversas possibilidades que podem ter sido motivo para o abandono da escola, como o desestímulo, perda de um ente na pandemia, trabalho infantil ou até mesmo dificuldade no aprendizado. Por isso, o papel do Ministério Público vem sendo realizado não apenas na identificação desse afastamento, mas também no acompanhamento dessas crianças e adolescentes, para que possamos buscar soluções para cada problema”, explicou Sérgio Souto.

Ainda falando sobre números, para entender o quanto é alto o índice de abandono, é importante saber que a Rede Municipal de Ensino de Olinda possui 72 escolas com 25.903 estudantes matriculados, entre turmas de Educação Infantil, Ensino Fundamental Anos Iniciais e Finais e Educação de Jovens e Adultos. Atualmente, aproximadamente, esses 7 mil alunos representam 33% dos estudantes que fazem parte da infrequência escolar desde o retorno às aulas presenciais, no último dia 13 de setembro.

O lançamento da ação “Tô voltando, meu lugar é na escola” foi realizado na Biblioteca Municipal de Olinda, com estudantes da rede municipal, e depois seguiu para visitação nas escolas Isabel Burity, Pastor Conrado e Chico Science, localizadas no bairro de Rio Doce, além da comunidade que abriga o Beco da Marinete. No local, o promotor de Justiça do MPPE conversou com o estudante Jameson Apolo, de 15 anos, que estava afastado por decorrência da pandemia. “Eu fiquei com medo das aulas presenciais, mas tenho vontade de voltar. Essa visita me ajudou. Agora, eu volto”, garantiu Jameson Apolo.

As visitações às residências e em toda a rede pública municipal de ensino continuarão sendo realizadas com ações simultâneas de mobilização dos estudantes nas 72 unidades de ensino. A iniciativa segue até 29 de outubro como um grande “Dia D” que encerrará a programação.

Fonte: MPPE Notícias


Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica.


A partir desta segunda-feira (25), os mais de 13 mil cartórios brasileiros passam a ser pontos de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica. As unidades agora integram a campanha Sinal Vermelho, que visa incentivar e facilitar denúncias de qualquer tipo de abuso dentro do ambiente doméstico.

Por meio de um símbolo, um X desenhado na palma da mão, as vítimas poderão, de maneira discreta, sinalizar ao colaborador do cartório a situação de vulnerabilidade, e este poderá acionar a polícia.

A ação nacional é permanente e envolve a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), entidade que representa todos os cartórios do país, a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A iniciativa está prevista em uma lei sancionada em junho deste ano.

Para integrar os cartórios à iniciativa, a Anoreg/BR produziu e disponibilizou uma série de materiais a suas unidades de todo o país, como vídeos, cartilha, cartazes e material para as redes sociais, como forma de preparar os funcionários para oferecer auxílio. As mulheres serão abrigadas em uma sala reservada de cada unidade, de onde poderão registrar a denúncia e acionar as autoridades. Caso a vítima não queira, ou não possa ter auxílio no momento, os funcionários deverão anotar seus dados pessoais, como nome, CPF, RG e telefone, para depois comunicar a denúncia às autoridades responsáveis.

Segundo dados da AMB, mais de 17 milhões de mulheres sofreram violência física, psicológica ou sexual entre agosto de 2020 e julho de 2021, número que representa 24,4% da população feminina com mais de 16 anos residente no Brasil. Já as chamadas para o número 180, serviço que registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher, tiveram aumento de 34% em comparação ao mesmo período do ano passado, conforme balanço do governo federal. Ao longo de 2020, foram registradas 105.671 denúncias de violência contra a mulher pelo Disque 180.  

Fonte: Agência Brasil


'Mãe agredia e padrasto era conivente', diz polícia após indiciar casal por tortura contra menina.


Uma mulher de 38 anos e o companheiro dela foram indiciados pela Polícia Civil pelo crime de tortura contra a própria filha da acusada, de 12 anos, no município de Porto Grande, a 103 quilômetros de Macapá. Segundo a investigação, iniciada após denúncia do Conselho Tutelar, a mãe praticava as agressões e o padrasto não fazia nada que a impedisse.

O delegado titular da Delegacia de Porto Grande, Bruno Braz, detalhou que a mãe confessou o crime e o padrasto apresentou vídeos que mostram a situação da adolescente após ter sido torturada.

“A vítima era rotineiramente agredida, causando intenso sofrimento, tanto psicológico quanto físico. Nos vídeos que nos foram apresentados dá para perceber a gravidade da situação. A mãe confessou que espancava a filha e chegou a puxar a faca para furá-la. Teve uma ocasião que ela tentou acertar a filha com uma terçadada”, relatou.

Ainda de acordo com a polícia, a adolescente sofreu vários tipos de agressões pela mãe, entre socos, puxões de cabelos e chutes. A menina contou em depoimento que era torturada por motivos banais, como a perda de um carregador de celular.

A investigação descobriu que a mãe já foi usuária de drogas e alegou que estava tomada por um "espírito ruim" quando espancou a filha.

Em depoimento, o padrasto disse que filmou as agressões para mostrar à esposa na tentativa que ela mudasse o comportamento.

“Além da mãe da vítima, o padrasto também foi indiciado por tortura, devido a sua omissão diante os fatos, pois sabia das agressões, podia agir para evitar, mas foi conivente”, explicou o delegado.

O inquérito policial foi concluído e enviado ao Ministério Público do Amapá (MP-AP) para que a denúncia seja ofertada à Justiça.

Fonte: G1


segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Santa Cruz terá novo Mutirão de Vacinação contra a Covid-19 sem agendamento.


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe realiza, nesta semana, mais um mutirão de vacinação contra a covid-19, juntamente com o Programa Saúde na Hora, nas Unidades Básicas de Saúde. De 25 a 28 de outubro, das 15h às 19h, as UBSs que estiverem com horário estendido nos respectivos dias, estarão vacinando a população sem a necessidade de agendamento, bastando apenas levar a documentação necessária para receber a primeira ou segunda dose, além da dose de reforço.

Para tomar a primeira dose, os cidadãos devem apresentar Documento de Identidade, CPF ou Cartão do SUS e Comprovante de Residência. Para a segunda dose, além da documentação, é necessário apresentar o cartão de vacinação, respeitando o intervalo entre as doses de cada vacina. Para os menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais ou responsáveis legais com documento de identidade. Além destas, a dose de reforço atualmente está sendo aplicada em idosos acima de 60 anos e Profissionais de Saúde que tomaram a segunda dose há pelo menos 6 meses.

O funcionamento de cada UBS será da seguinte forma:

- Segunda-feira (25/10): UBS Oscarzão e Vila do Amor;
- Terça-feira (26/10): Cohab, Dona Lica, Jaçanã, Neco Aragão e São Cristóvão;
- Quarta-feira (27/10): Cruz Alta, Poço Fundo, Rio Verde, Acauã, Santa Tereza, Pedra Branca e São Miguel;
- Quinta-feira (28/10): Nova Santa Cruz, Centro, Bela Vista, Palestina, Pará, Dona Dom, Malhada do Meio, Santo Agostinho e Santa Filomena.

Facebook tira do ar live de Bolsonaro com mentira sobre vacina da Covid e Aids.


O Facebook tirou do ar uma live de Jair Bolsonaro (sem partido) em que ele compartilhava uma mentira sobre a relação entre vacina contra a Covid e Aids. O vídeo não está mais disponível nas contas do presidente no Facebook e também no Instagram, que pertence ao mesmo grupo.

A informação foi antecipada pelo jornal "Folha de S.Paulo".

“Nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”, disse um porta-voz do Facebook.

A live foi ao ar na quinta-feira (21). Nela, Bolsonaro mencionou uma notícia falsa que diz que relatórios oficiais do Reino Unido teriam sugerido que as pessoas totalmente vacinadas estariam desenvolvendo a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS) "muito mais rápido do que o previsto".

"Só vou dar notícia, não vou comentar. Já falei sobre isso no passado, apanhei muito... Vamos lá: relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados... Quem são os totalmente vacinados? Aqueles que depois da segunda dose né... 15 dias depois, 15 dias após a segunda dose, totalmente vacinados... Estão desenvolvendo Síndrome da Imunodeficiência Adquirida muito mais rápido do que o previsto. Portanto, leiam a matéria, não vou ler aqui porque posso ter problema com a minha live", afirmou Bolsonaro durante a transmissão.

Em entrevista a uma rádio nesta segunda-feira (25), Bolsonaro disse que leu sobre a pesquisa em reportagem da revista Exame publicada na semana passada. A reportagem, no entanto, foi publicada em outubro do ano passado, quando as vacinas estavam sendo produzidas, e falava apenas em uma possibilidade.

Fonte: G1


Mamão: Ajuda a prevenir o câncer deixa os ossos mais fortes e muito mais.


mamão, fruta muito popular no Brasil, é conhecida por sua poderosa função de “soltar o intestino”. Provavelmente alguém já te sugeriu o consumo do alimento com a finalidade de melhorar o trato gastrointestinal e curar a constipação. E sim, esse é um dos principais benefícios da sua ingestão.

“O mamão é rico em fibras e água, o que ajuda a prevenir a constipação e a promover a regularidade e um aparelho digestivo saudável. Muitas pessoas consideram o mamão um remédio para constipação e outros sintomas para a síndrome do intestino irritável (SII)”, revela a nutricionista Adriana Stavro.

No entanto, engana-se quem pensa que os benefícios do mamão se limitam a isso. Com a ajuda da nutricionista Stavro, separamos mais oito vantagens que o consumo da fruta pode proporcionar para a saúde. Confira:

1 – Deixa a pele mais bonita

De acordo com a nutricionista, o mamão é rico em vitaminas A, C, K, E, complexo B, cálcio, potássio, magnésio e fósforo. “Fonte de antioxidantes, ajuda a combater os radicais livres, retardar os sinais de envelhecimento, reduzir rugas e diminuir a acne, principalmente em adolescentes”, conta.

2 – Mamão evita a asma

“O risco de desenvolver asma é menor em pessoas que consomem grande quantidade de certos nutrientes. Um deles é o betacaroteno, presente em alimentos como mamão, damasco, brócolis, melão, abóbora e cenoura”, diz Stavro.

3 – Ajuda a prevenir o câncer

“O mamão pode atuar reduzindo os radicais livres, que contribuem para muitas doenças”, explica a especialista. Além disso, segundo Stavro, estudos já revelaram ações específicas do betacaroteno presente na fruta, contra os cânceres de mama e próstata.

4 – Deixa os ossos mais fortes

“A baixa ingestão de vitamina K [substância presente no mamão] tem sido associada a um maior risco de fratura óssea. O consumo adequado deste mineral é importante pois melhora a absorção de cálcio e pode reduzir a excreção urinária de cálcio, o que significa que terá mais cálcio circulante para fortalecer os ossos”, indica a nutricionista.

5 – Mamão controla o índice glicêmico

“Estudos demonstraram que indivíduos com diabetes tipo 1 e tipo 2, que consomem dietas ricas em fibras, têm níveis mais baixos de glicemia e lipídios sanguíneos. 100g de mamão, que equivale a uma fatia pequena, fornece, em média, 3g de fibras”, conta Stavro.

6 – Facilita a digestão

O mamão pode ser um grande aliado para pessoas que sentem desconforto abdominal e refluxo após as refeições. “Esta fruta contêm uma enzima chamada papaína, que pode tornar a proteína mais fácil de digerir”, explica a nutricionista.

7 – Deixa o coração mais forte

“Um aumento na ingestão de potássio [presente na composição do mamão], juntamente com uma diminuição na ingestão de sódio, é a mudança alimentar mais importante que uma pessoa pode fazer para reduzir os riscos de DCV – doença cardiovascular”, diz Stavro.

8 – Mamão reduz inflamações

“A inflamação crônica está na raiz de muitas doenças. A alimentação inadequada, associada a um estilo de vida pouco saudável, pode conduzir a um processo inflamatório grave. Estudos mostram que frutas e vegetais ricos em antioxidantes, como o mamão, ajudam a reduzir marcadores inflamatórios”, finaliza a nutricionista.

Fonte: InfoMais

Creche que bebê de 6 meses morreu é irregular.


Um menina de seis meses morreu após passar mal em uma creche irregular no Setor Residencial Leste, em Planaltina, no Distrito Federal. O caso ocorreu na quarta-feira (20). Uma das proprietárias da creche, que também atuava como cuidadora no local, foi presa na noite desta quinta (21) e deve responder por homicídio por omissão imprópria.

A criança chegou a ser levada ao Hospital Regional de Planaltina, mas já estava sem vida. A equipe da unidade de saúde fez manobras de ressuscitação por cerca de 20 minutos e intubou a criança, sem sucesso.

As funcionárias da creche disseram à família que a criança se engasgou. Porém, as investigações apontaram que a menina chorava muito e que a investigada se irritou, entrou no quarto onde a bebê estava, e a colocou em um saco, para que ficasse imobilizada.

O site g1 tentou falar com a creche nesta quinta (21), mas as ligações não foram atendidas. O caso está sendo investigado pela 31ª Delegacia de Polícia, em Planaltina. A corporação interditou o estabelecimento.

O local não é cadastrado junto à Secretaria de Educação, nem tem alvará de funcionamento expedido pela Administração Regional de Planaltina. A escola chegou a iniciar o processo de obtenção da licença, mas não concluiu por falta de documentos. 

'Situação precária'

De acordo com o delegado Veluziano de Castro, da 31ª Delegacia de Polícia, enquanto esteve no quarto, a mulher colocou a menina no saco, para que desse menos trabalho. Para ele, não há dúvidas de que a morte da criança foi causada pelo comportamento da proprietária. "Essa morte com certeza está ligada à omissão dessa responsável", afirma. 

O delegado disse que a creche é administrada por duas mulheres. A que foi presa atuava diariamente nos cuidados com as crianças e a outra, não.

Conforme o investigador, o estabelecimento atuava de forma precária, atendendo mais de 40 crianças, mas com apenas dois funcionários por turno. "A creche não tem a mínima estrutura de funcionamento, pela demanda", diz.

O delegado informou que acionou o Conselho Tutelar para apurar se há indícios de maus-tratos contra as outras crianças da creche.

Creche irregular

Em nota, o governo do DF informou que o processo de licenciamento da creche não foi finalizado porque faltavam as autorizações da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Educação.

Após o caso, a Secretaria de Proteção à Ordem Urbanística do DF (DF Legal) informou que vai enviar "uma equipe ao local para averiguar as medidas que podem ser tomadas, uma vez que a mesma [creche] não deveria ter iniciado suas atividades sem todas as licenças válidas".

Veja o posicionamento do GDF sobre a instituição:

"A instituição não é cadastrada na Secretaria de Educação do Distrito Federal.

A Administração Regional de Planaltina informa que a empresa deu entrada ao pedido de licença de funcionamento em 2020, mas não finalizou a documentação solicitada e, por isso, não obteve a licença.

Em consulta a Rede Sim DF, foi constatado que a mesma havia entrado com pedido de licenciamento, faltando as autorizações por parte da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Educação.

A Secretaria DF Legal informa que não consta em seu banco de dados nenhuma reclamação ou denúncia sobre a creche [...], em Planaltina. A pasta diz que enviará uma equipe ao local para averiguar as medidas que podem ser tomadas, uma vez que a mesma não deveria ter iniciado suas atividades sem todas as licenças válidas.

A recomendação da Secretaria de Educação é que os pais ou responsáveis, antes de efetivarem a matrícula, sempre verifiquem se a unidade educacional está em situação regular junto à Secretaria, o que pode ser feito no próprio site da pasta, pelo endereço eletrônico.

Fonte: TN Online

O atentado ao órgão Conselho Tutelar de Exu.

 

Viva os 31 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Cada dia mais , tenho a certeza que o SGD está sendo comandado por pseudosdefensores do Estatuto da Criança e do Adolescente. O atentado ao órgão Conselho Tutelar de Exu, nos alerta para tudo que continua a acontecer , mesmo depois da Lei de abuso de autoridade,
Um Conselho Tutelar do agreste tem sido ameaçado por autoridades que exigem que os/as Conselheiros/as façam busca e apreensão. Ou vocês fazem , ou a situação vai piorar para vocês. Nos últimos dias o abuso ocorreu em Vitória, Garanhuns, Chã de Alegria,... O que aconteceu em Exu( carro do CT apedrejado) não tem dado o destaque e a proteção que os/as Conselheiros/as merecem. Qual o posicionamento dos Conselhos Municipais , Estadual , Fórum Nacional, Escola de Conselhos, ... Se estivessem morrido , estaríamos todos/as lá.
Torcemos pela morte?

Posicionamento sem atitudes , não é posicionamento.

Ontem assistir , enquanto pude, a reunião do CEDCA-PE, discutindo que comissão aprovaremos para o novo Plano Decenal de Enfrentamento ao abuso e exploração sexual de Criança e do Adolescente. Ah! Nos últimos dez anos , aumentaram os “pontos” de abuso nas BRs(Pesquisa Polícia Rodoviária Federal e Childrem Hood ) Mas, a Lei 13.431-17 e seu Decreto, continuam sem debates nos Municípios. Ou seja , não existe Escuta qualificada, nem Depoimento Especial, a revitimização ainda existe . Quem coordena o fluxo , previsto na Lei? E o Conselheiro/as tutelar continua fazendo atendimento , em programas de execução.
Oh, pauta invertida, até quando continuarás sendo o prato predileto dos Conselhos de Direitos. Oh verbo levar ! até quando ?
Minha voz, cada vez mais fraca, é o que me resta de apoio aos Conselheiros/as Tutelares de Exu. No final do mês estarei em Serra Talhada. Farei todo o possível para passar em Exu. Que tal uma reunião no dia 28 , à noite , na cidade?

Texto de Silvino Neto


domingo, 24 de outubro de 2021

Adolescente denuncia padrasto por assédio.


Um homem foi conduzido à 54ª Delegacia Regional de Polícia Civil na tarde de sexta-feira (22), suspeito de assediar a enteada de 14 anos, em Jardim Alegre.

Conforme consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar(PM), a equipe de serviço foi acionada para prestar apoio ao Conselho Tutelar na escola municipal na Rua dos Estudantes, onde uma adolescente reclamou que estava sendo vítima de assédio sexual pelo padrasto.

Na escola, em contato com a mãe da menor, ela relatou que a filha não estava dormindo em sua casa a cerca de uma semana, mas na casa da avó materna. A mãe da adolescente disse, que a menina não passava para ela informações referente a denúncia feita na escola, porém estava notando a filha com atitudes diferentes em casa, sempre muito nervosa e sem paciência.

Porém a avó da menor, passou a relatar que na sexta-feira ao questionar a neta o que estava acontecendo, a menina passou a relatar que o padrasto a estava assediando, sempre dizendo que a amava, e que inclusive já havia tentando agarra-la, porém ela não aceitou a situação.CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Também relatou para a avó, que o autor disse caso ela contasse algo para a família (mãe e avó), que ele iria sumir com o irmão dela de 5 anos (filho do mesmo) e que iria mandar prender sua mãe.

Diante da situação, esta equipe deslocou até a residência, sendo o suspeito questionado a respeito dos fatos, afirmou apenas que cuida da menor desde os 3 anos de idade, e que a menor ultimamente se encontrava muito nervosa.

Diante dos fatos, ambos os envolvidos foram encaminhados até a 54ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Ivaiporã para procedimentos pertinentes a situação.

Fonte: TN Online

Bolsonaro é pressionado por relatores da ONU sobre absorvente para mulheres.


Ato em embaixada do Brasil em Paris usa absorventes para atacar Bolsonaro

Numa carta enviada ao governo brasileiro e obtida com exclusividade pelo UOL, relatores da ONU (Organização das Nações Unidas) cobraram o presidente Jair Bolsonaro sobre os vetos à distribuição de absorventes para mulheres e meninas em situação de vulnerabilidade. Em comunicação enviada no dia 19 de outubro pelo Grupo de Trabalho contra a Discriminação de Mulheres e Meninas e pelas Relatorias Especiais da ONU sobre o direito à saúde e violência contra mulher, o governo brasileiro é solicitado a explicar as razões dos vetos. As relatorias ainda querem saber quais medidas Brasília tomará para assegurar o acesso de mulheres e meninas a produtos de higiene menstrual.

A carta enviada pelos procedimentos especiais da ONU ocorreu depois que a entidade recebeu uma denúncia liderada pela bancada do PSOL e que foi apoiada por outros 61 deputados e deputadas de diferentes partidos. 

Nela, os parlamentares pediam ações por parte dos organismos internacionais diante de mais uma evidência do desmonte de direitos no país. 

Diante da denúncia, as relatorias da ONU decidiram agir e agora pedem ao governo brasileiro que "tome todos os passos necessários para tornar lei o Projeto de Lei e os artigos que foram vetados". Além disso, também pedem ao governo "tomar medidas adicionais para melhorar o acesso de mulheres e meninas a água e saneamento em suas casas, escolas, espaços de trabalho, e instalações públicas, assim como promover campanhas de conscientização sobre menstruação e saúde sexual e reprodutiva para combater estigmas e estereótipos prejudiciais". 

A política adotada pelo Brasil no que se refere aos direitos das mulheres no âmbito internacional tem sido alvo de intensa preocupação por parte dos relatores da ONU. Nos últimos meses, cartas foram enviadas sobre a pressão feita pelo governo contra o aborto legal no país, assim como sobre outras violações de direitos humanos.

fonte:  https://noticias.uol.com.br


Menina que morreu após incêndio dentro de casa é enterrada; irmão segue internado.


Familiares enterraram na tarde deste sábado (23) o corpo de uma menina de 2 anos que morreu durante um incêndio dentro de casa em Ribeirão Preto (SP).

O sepultamento aconteceu no Cemitério Bom Pastor, por volta das 16h, em uma cerimônia sem velório.

O irmão dela, de 4 anos, que também estava na residência durante o incêndio, segue internado na unidade de emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE).

Segundo informações apuradas pela EPTV, afiliada da TV Globo, tem quadro de saúde considerado grave. O hospital não atualizou informações sobre o paciente até o início da noite.

O caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar e investigado pela Polícia Civil.

Incêndio em casa

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SP), a criança estava sozinha em casa com o irmão, de 4 anos, na noite de sexta-feira (22), quando chamas se alastraram por um sofá por causas não esclarecidas na Rua Amparo, na Vila Mariana, zona Norte da cidade.

À polícia, a mãe disse que os filhos tinham sido deixados dormindo no quarto, enquanto ela ia à casa da sogra, que fica ao lado da residência dela.

Ela também relatou que encontrou os filhos desfalecidos no quarto e os levou imediatamente para atendimento médico.

O fogo foi controlado com ajuda de vizinhos, mas não a tempo de evitar que as crianças inalassem fumaça.

A menina foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu. O menino foi internado na unidade de emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE).

O caso foi registrado como incêndio culposo, ou seja, causado sem intenção, e deve ser investigado pelo 2º Distrito Policial.

Fonte: G1


Clique aqui para Acessar a Carta Convite do Evento

sábado, 23 de outubro de 2021

Aplicativo que recebe denúncias de crianças e adolescentes já está disponível.


Um espaço seguro para que crianças e adolescentes acessem informações sobre direitos, aprendam a identificar diferentes tipos de violência e busquem ajuda. Tudo isso na palma da mão. Este é o aplicativo Sabe – Conhecer, Aprender e Proteger, lançado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e já disponível para dispositivos com sistema Android. A iniciativa também pode ser acessada por meio da internet.

O Sabe foi desenvolvido em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com apoio da Fundação Abrinq, da Childhood Brasil e da Editora Caqui. A ferramenta tem o objetivo de facilitar a comunicação e o pedido de ajuda de crianças e adolescentes em situação de violência.

Com linguagem lúdica e didática sobre os direitos da criança e do adolescente, adaptada a cada faixa etária, será possível fazer denúncias de violação de direitos contra este público por meio deste aplicativo que é diretamente ligado ao Disque 100, da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (ONDH/MMFDH).

“A criança e o adolescente formam o grupo que mais sofre violência no Brasil. De cada 100 ligações que recebemos de denúncia, 94 são feitas por um adulto que faz por ela. Com o Sabe, as próprias crianças e adolescentes podem fazer a denúncia das violências sofridas”, explicou o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício Cunha. “É um serviço que existe em vários países e, com isso, pensamos em coibir as ações dos abusadores e violadores de direito”, completou.



Como funciona?

O aplicativo é composto por duas interfaces: uma voltada para crianças a partir de 6 anos — com conteúdo mais direto e simples — e outra voltada a adolescentes a partir de 12 anos. Para os maiores de 12 anos, ao acessar o aplicativo, é possível aprender sobre como identificar diferentes tipos de violência, como pedir ajuda – para ele mesmo ou para outra criança. Os vídeos completam a experiência e abordam temas como exposição na internet, abuso sexual, exploração infantil e direitos contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Na aba “Fale com a Gente”, é possível tirar dúvidas por meio de mensagem via chat ou por chamada de vídeo. Além disso, na aba de denúncias, será possível conversar diretamente com um dos atendentes do Disque 100.

Histórias
Na versão para as crianças acima de seis anos, foi disponibilizada uma série de livros, com histórias contadas pelos próprios autores ou contadores. Entre as obras estão: Frederica e Vovó; Confusão na casa do João; Joaquim em: Sentir raiva é ruim; e Edgar, Edgar, vou chamar o Conselho Tutelar, entre outros.

Além disso, há vídeos produzidos pelo MMFDH que ajudam os pequenos a tirar dúvidas sobre abuso sexual, sobre não ficar em silêncio, a reconhecer maus tratos e alertando para não ficar desacompanhada. Para este perfil de crianças, as denúncias são feitas por meio de mensagem ou por vídeo chamada, com apenas um clique nas imagens.

Denúncias
De janeiro a setembro de 2021, mais de 119,8 mil denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes foram registradas em todo o país. O levantamento foi realizado a partir de informações do Disque 100, um dos canais da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH), ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

Em cerca de 66% dos casos, a agressão ocorre dentro de casa (79.872). Segundo os dados, a mãe é a principal violadora (51.293 denúncias), seguido pelo pai (20.296) e pelo padrasto ou madrasta (8.269).

Fonte: GOV.BR


Clique aqui para Acessar a Carta Convite do Evento

Homem é preso suspeito de abusar da filha.


Um homem foi preso por suspeita de abusar sexualmente da filha, de 17 anos, em Verdelândia (MG).

A Polícia Militar recebeu denúncias de que a adolescente estava sendo vítima de abusos sexuais e fez levantamentos para verificar a veracidade das informações. O Conselho Tutelar também foi chamado para acompanhar o caso.

VIOLÊNCIA: Cerca de 100 crianças e adolescentes de até 14 anos são estupradas por dia no Brasil, dizem Unicef e Fórum

Durante as diligências, a menor relatou que era estuprada desde criança. Ela ainda disse que nesta quinta-feira (21), o pai a arrastou para um matagal na entrada do bairro Barreiro do Rio Verde e abusou dela. A conjunção carnal não ocorreu porque a jovem conseguiu fugir.

De acordo com a PM, o homem, de 39 anos, foi preso no momento em que ingeria bebidas alcoólicas junto com outras pessoas. Ao ser questionado, ele negou os fatos.

A PM informou que ele tem passagens por furto, ameaça e posse ilegal de arma. Ele foi levado para a delegacia da Polícia Civil em Janaúba (MG).

Fonte: G1

Motociclista morre após perder o controle da motocicleta e bater em poste.


Um motociclista morreu após perder o controle da motocicleta e bater em um poste na Rua Real da Torre, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife.

Ele teria perdido o controle da moto após ser atingido por uma pedra, lançada por uma mulher que discutia com outro homem na via. Segundo a polícia, durante a discussão, a mulher lançou a pedra em direção ao companheiro, que se abaixou para não ser atingido.

O objeto, então, acertou o motociclista, de 46 anos, que passava pelo local e não tinha relação com a briga. Em seguida, ele perdeu o controle da moto e bateu em um poste. Ainda de acordo com a polícia, a mulher foi levada ao DHPP, onde foi autuada em flagrante por homicídio culposo - sem intenção de matar.

Fonte: Blog do Edson Ferreira


sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Corpo de menino de 7 anos que foi encontrado na mata, estava em estado avançado de decomposição.


O corpo do menino Mateus da Silva, de sete anos, que foi reconhecido em uma área de mata em Chã de Cruz, região localizada entre os municípios de Camaragibe e Paudalho, estava em avançado estado de decomposição, de acordo com o portal G1. 

A criança estava desaparecida há pelo menos dois dias, segundo o registro do boletim de ocorrência. Na terça-feira (19), o menino foi à casa do avô depois da escola brincar com outras crianças, em frente à residência, quando sumiu.

Ainda segundo a TV Globo, o corpo foi encontrado na noite da quinta-feira (21) em um saco plástico, de bruços, dentro de um buraco com lama. O rosto do menino estava enterrado. 

A Polícia Civil de Pernambuco informou que segue investigando a morte do garoto através da delegacia de Camaragibe, até a elucidação completa do caso. 

O enterro será no Cemitério de Pirassirica, em Paudalho, mas o horário ainda não foi confirmado.
 
A prefeitura de Paudalho anunciou, na manhã desta sexta-feira (22), luto oficial de três dias no município. O garoto, segundo a prefeitura, era aluno do 1º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Maria de Fátima, localizada na comunidade Chã de Cruz. 

Em nota, a gestão municipal afirmou que "a prematura perda de sua vida comove toda a sociedade paudalhense e provoca os sentimentos de solidariedade, dor e saudade e também de repúdio mediante as tristes circunstâncias. Neste momento de profundo pesar, a Administração Pública Municipal expressa as mais sinceras condolências aos familiares e amigos da criança".

Fonte: Diário de Pernambuco