quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Projeto dá prioridade para matrículas de crianças com deficiência em escolas públicas.

O Projeto de Lei 2201/21 determina que creches, pré-escolas e escolas de ensino fundamental e médio, mantidas ou subsidiadas pelo poder público, priorizem a matrícula de crianças e adolescentes com deficiência e doenças raras.

De autoria da senadora Nilda Gondim (MDB-PB), o texto modifica o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Estatuto da Pessoa com Deficiência e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). “Cabe ao Estado o papel de criar mecanismos para efetivar a tão almejada igualdade”, argumentou a senadora ao defender o projeto.

“A concorrência acirrada por matrículas pode deixar crianças e adolescentes com deficiência fora da escola e da creche, agravando-lhe o isolamento social e atrasando o desenvolvimento de suas potencialidades”, disse o senador Romário (PL-RJ) ao recomendar a aprovação da proposta.

Aprovado pelo Senado em agosto, o texto também assegura o provimento de material didático adaptado às necessidades dos estudantes com deficiência.

Tramitação
O projeto, que tramita em 
caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Educação; de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Prefeitura de Santa Cruz oferece 30% de desconto no pagamento de IPTU atrasado.


Através da Secretaria de Finanças, a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe informa a população que o desconto de 30% em multas e juros, com pagamento em cota única, de débitos inscritos do IPTU dos anos de 2017 até 2021, já estão disponíveis para a população de Santa Cruz. Em caso de pagamento parcelado destes débitos, o desconto fica de 10%. Esses descontos fazem parte do Novo Código Tributário Municipal, aprovado no mês de dezembro.

Os cidadãos interessados devem se dirigir ao setor de Tributação, localizado na sede da Prefeitura, na Avenida Padre Zuzinha, nº 244, no Centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 07h às 16h.

Rede pede que STF autorize Conselhos Tutelares a fiscalizar vacinação de crianças e adolescentes.


O partido Rede Sustentabilidade acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (18) para que a Corte reconheça que os Conselhos Tutelares têm poder para fiscalizar a vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19.

A vacinação de adolescentes contra a Covid-19 começou no fim de agosto de 2021, já a de crianças com idade entre 5 e 11 anos teve início neste fim de semana.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estabelece que a vacinação de crianças é obrigatória em casos recomendados pelas autoridades sanitárias. Além disso, prevê que quem descumpre "dolosa ou culposamente, os deveres inerentes ao poder familiar ou decorrente de tutela ou guarda, bem assim determinação da autoridade judiciária ou Conselho Tutelar" pode ter que pagar multa de três a vinte salários.

Na ação, o partido Rede pede que os Conselhos Tutelares sejam autorizados a: requisitar informações sobre vacinação a pais e guardiões legais; e aplicar multas em caso de descumprimento da obrigatoriedade da imunização.

A sigla também defende que as escolas têm o dever de informar aos conselhos sobre casos de crianças e adolescentes não vacinados.

O próprio STF já reconheceu que pais e responsáveis não podem deixar de vacinar filhos e tutelados por convicções filosóficas.

A Rede ainda contesta a postura do Ministério da Saúde, que em documentos enviados à Corte recomendou "de forma não obrigatória" a vacinação de crianças. Para o partido, a medida da pasta fere princípios constitucionais.

"O ato do Ministério da Saúde que recomenda 'de forma não obrigatória' a vacinação de crianças fere diretamente os preceitos fundamentais da Constituição Federal que os protegem, inclusive da conduta irresponsável de seus 'responsáveis', quando optam por não vaciná-los. Em outras palavras, a Constituição Federal de 1988 não tutela o direito ou a liberdade de colocar crianças e adolescentes em risco, cabendo ao Estado protegê-las, inclusive das condutas de seus pais", afirmou a sigla.

O pedido da legenda foi apresentado no contexto de uma ação que já tramita no STF, sob a relatoria do ministro Ricardo Lewandowski.

Fonte: G1

Primeira criança é vacinada contra a covid-19 em Santa Cruz

 

Garotinha de 6 anos deu exemplo e agora espera pelo prazo para tomar a segunda dose.

Nesta terça-feira (18), o município de Santa Cruz do Capibaribe deu início a vacinação contra covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos e que possuem doenças neurológicas crônicas, autismo ou síndrome de down. O centro de vacinação para os pequenos fica localizado no prédio do AME Mulher e os agendamentos já estão disponíveis no site oficial (www.vacinasantacruz.com.br).

Servindo como exemplo para toda a população, a pequena Isis Victória, de 6 anos, foi a primeira criança vacinada na Capital da Moda. Durante todo o processo, a garotinha se mostrou calma e com um sorriso no rosto e agora, aguarda o prazo estipulado pelo Ministério da Saúde para receber a segunda dose do imunizante. "A vacina é muito importante para nossos filhos e para todos os cidadãos. Isis foi apenas a primeira e agora espero que ela seja um exemplo para todos os pais de nossa cidade para que se conscientizem e vacinem suas crianças", afirmou Paloma, mãe da pequenina.

Após agendar a vacina, na data e horário marcados os responsáveis devem apresentar o CPF, Cartão do SUS e cartão de vacinação da criança, além do laudo médico constatando a condição do pequeno. Se os pais não puderem acompanhar a imunização, no local será disponibilizado um termo de autorização, que deve ser assinado pelos pais da criança e apresentado pelo responsável que irá acompanhar a vacinação. A AME Mulher fica localizada na Rua Virgilina Pereira, bairro São Cristóvão.

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Pilar que sustentava rede desaba e mata criança de 10 anos.


Uma criança, de 10 anos, morreu após ser atingida por um pilar enquanto brincava em uma rede, em Bocaiuva, no Norte de Minas, nessa segunda-feira (17).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a rede estava pendurada entre dois pilares, quando uma das estruturas desabou atingindo a cabeça da vítima. Outras duas crianças da mesma idade estavam no local e não ficaram feridas.

A menina foi socorrida pela mãe e por vizinhos, mas morreu após dar entrada no Hospital Municipal Dr. Gil Alves. A perícia da Polícia Civil e o Conselho Tutelar foram acionados. Consta no boletim de ocorrência registrado pelos bombeiros, que não havia "cinta entre os pilares ou qualquer tipo de ferragem em sua composição".

O conselheiro Fabrício Damas dos Anjos informou ao g1, nesta terça-feira (18), que não há indícios de negligência e foi uma fatalidade.

“Era uma brincadeira normal de criança, o que aconteceu foi uma fatalidade. Ela estava brincando em uma casa ao lado de onde mora com as duas amigas, quando amarraram a rede nos pilares e um deles se rompeu”.
O Conselho Tutelar disse que acompanha as outras duas crianças que presenciaram o desabamento e solicitou apoio psicológico.

Fonte: G1

Com três casos de Covid, Conselho Tutelar atenderá somente plantões até domingo.


Até domingo, dia 23, o Conselho Tutelar de Campo Mourão não terá atendimento presencial na sede, que fica no prédio da Secretaria Municipal de Assistência Social. Das cinco conselheiras, três testaram positivo para Covid-19 e estão afastadas do trabalho. Nesse período, duas conselheiras vão se revezar em escalas de plantão 24 horas para atendimento de urgências e emergências.

“Estamos com o funcionário do setor administrativo também de atestado e isso inviabiliza o atendimento na sede. Por isso decidimos, em colegiado, manter apenas o atendimento de plantões, até para preservar as duas conselheiras que estão em condições de trabalhar”, explicou a presidente do CT, Marisa Barbosa Palma, ao reforçar que a decisão foi uma forma de não suspender totalmente o atendimento.

Segundo a presidente, a partir de segunda-feira, dia 24, o atendimento na sede volta ao normal. Em caso de urgência ou emergência o telefone do plantão 24 horas do Conselho Tutelar é 99125-6727. O CT faz parte da rede municipal de proteção à criança e ao adolescente, que envolve vários órgãos do serviço público.

Fonte: Tribuna do Interior

Participe do Seminário TRABALHO ESCRAVO E CONEXÕES COM O TRABALHO INFANTIL.


O trabalho escravo é uma das piores formas de trabalho infantil.  Por outro lado, o trabalho infantil é uma das principais portas de entrada para o trabalho escravo.

A Rede Peteca promove o presente Seminário, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, com o objetivo de aprofundar o debate sobre esses temas,  e construir  estratégias e propostas de ações de prevenção e combate a essas violações de direitos.

Para Mais Informações: Clique Aqui

Pai é preso por embriagar e tentar estuprar filha.


Um homem de 37 anos de idade, foi preso após embriagar e tentar estuprar a filha adolescente neste domingo (16) no bairro Vila Cidade Morena, em Campo Grande (MS).

A vítima contou que chegou na residência do pai e os dois começaram a beber cerveja. Ela teria se sentido sonolenta e teria ido se deitar, onde seu pai teria entrado no quarto, apagado as luzes e deitado ao seu lado, momento em que começou a fazer carícias na sua cintura.

Neste momento, a adolescente teria pedido que parasse e correu para o banheiro, onde ficou tentando convencer o pai a deixa-lá sair. A menina foi para o banheiro e ligou para um ex-namorado, no qual, o mesmo acionou a polícia.

Quando conseguiu sair do banheiro, correu para a casa de vizinhos para pedir socorro.

A Polícia Militar chegou no imóvel e encontrou o autor sentado no chão atordoado e com a cabeça ensanguentada. Ele não conseguiu informar quem teria o agredido.


Conforme as informações, ele negou o fato. O autor disse que foi deitar no quarto, antes da filha e depois a vítima teria ido deitar com ele.

Além disso, o mesmo irá responder pelo crime de fornecimento de bebida alcoólica a menor de idade.

Fonte: R7

Santa Cruz abre agendamento da vacina contra covid-19 para crianças de 5 a 11 anos

 

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe deu início ao agendamento da vacina contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, que fazem parte do grupo prioritário estipulado pelo Governo do Estado. No momento, os pequenos com doenças neurológicas crônicas, autismo ou síndrome de Down serão os grupos agendados. O Centro de Vacinação Infantil funcionará no Ame Mulher. 

Os pais ou responsáveis já podem acessar o site oficial (www.vacinasantacruz.com.br) e agendar a vacinação. No dia e local marcado, os responsáveis devem apresentar o CPF, Cartão do SUS e cartão de vacinação da criança, além do laudo médico constatando a condição do pequeno. Se os pais não puderem acompanhar a imunização, no local será disponibilizado um termo de autorização, que deve ser assinado pelos pais da criança e apresentado pelo responsável que irá acompanhar a criança na vacinação.

Nessa primeira remessa, foram disponibilizadas 400 doses para vacinação. A secretaria de Saúde ainda informa que, caso o jovem tenha recebido alguma outra vacina, é necessário aguardar um período de 15 dias para receber o imunizante contra covid-19.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

MP já conseguiu na Justiça obrigar pais a vacinarem filhos em São Paulo.


O Ministério Público de São Paulo conseguiu na Justiça em 2019 que os pais fossem obrigados a vacinarem um filho de 3 anos na cidade de Paulínia, a 120 km da capital.

A Promotoria havia perdido em primeira instância, mas ao recorrer ao Tribunal de Justiça de SP garantiu o direito à saúde da criança.

Na decisão, de julho de 2019, o relator fundamenta dizendo que "a liberdade filosófica e de crença dos apelados não se sobrepõe ao direito à vida, especialmente quanto a crianças e à coletividade" e condenou os pais a procederem, no prazo de 30 dias, à regularização da vacinação obrigatória da criança".

“A ação foi julgada improcedente em 1ª instância, mas o MP recorreu e o Tribunal de Justiça de SP determinou aos pais que levassem, sim, as crianças para a vacinação. Não havia nenhuma contra-indicação médica pra isso. Então, o TJ disse que os pais são sim obrigados a levarem seus filhos pra vacinação caso não haja contraindicação médica e disse mais: se pais se recusassem a levar seus filhos para vacinação, ele determinou a suspensão do poder familiar para que o conselho tutelar levasse essas crianças pra vacinação e depois devolvesse aos pais essas crianças”, afirma a promotora Luciana Bergamo.

Continua após a Publicidade


A decisão inclusive foi mantida pelo Supremo Tribunal Federal que também entendeu que a legislação obriga a vacina para crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias.

Na época da decisão, movimentos antivacina utilizando a divulgação de mentiras na internet para tentar prejudicar a imunização de crianças e adolescentes. Por conta disso, uma série de leis foi criada no país e no estado de São Paulo para obrigar os pais a vacinar.

Na capital paulista, uma portaria feita em conjunto entre as secretarias de Educação e de Saúde estabelece que no ato da matrícula ou rematrícula dos alunos, a carteirinha de vacinação atualizada deve ser apresentada. Se isso não for feito, os pais têm até 30 dias para regularizar a situação. E, se mesmo assim houver resistência, o Conselho Tutelar será acionado.

Agora que a nova vacina contra o coronavírus entrou no calendário infanto-juvenil, a discussão voltou à tona. Uma norma do estado já informa que escolas devem avisar ao Conselho Tutelar, que tomará providências, caso crianças ingressem o ano letivo sem terem tomado a vacina contra Covid-19, liberada pela Anvisa e recomendada pelas autoridades de saúde.

Escolas devem avisar Conselho Tutelar

As escolas de São Paulo têm obrigação, por lei, de informar o conselho tutelar caso os pais não apresentem o comprovante de vacinação das crianças, de acordo com a Secretaria da Educação. A criança, no entanto, não deixa de frequentar a escola em caso de não estar vacinada (leia mais abaixo).

Em nota enviada ao g1 sobre a vacinação da Covid, a Secretaria da Educação afirmou que segue o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

"Apesar de não ser impedimento para realização da matrícula, uma vez que fere o direito à Educação, a escola, por lei, tem a obrigação de informar os órgãos responsáveis (Conselho Tutelar) da não apresentação dos comprovantes vacinação", diz o texto.

De acordo com o ECA, a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias, como é o caso da Covid, é obrigatória. Tanto o Ministério da Saúde quanto a Anvisa recomendaram a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19.

"Parágrafo único. É obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias", diz o ECA.

Com a chegada das vacinas pediátricas da Pfizer, a previsão é a de que a vacinação comece na segunda-feira (17) na cidade de São Paulo.

"As escolas, como fazem com relação às demais vacinas, devem pedir aos pais, mães ou responsáveis legais o comprovante de vacinação das crianças. Se as crianças não estiverem vacinadas, os dirigentes das escolas precisam alertar os familiares sobre a necessidade e obrigatoriedade de vacinação. Se os pais, mães ou responsáveis não apresentarem a comprovação de vacinação, os conselhos tutelares devem ser comunicados. Isso ocorre com relação às demais vacinas infantis", explica advogado e integrante do Instituto Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Ariel de Castro Alves.

Fonte: G1

Conselho Tutelar acolhe adolescente vítima de maus tratos por parte da mãe.


Em Piracicaba, uma adolescente de apenas 13 anos foi acolhida pelo Conselho Tutelar após sofrer maus-tratos por parte da própria mãe. O caso ocorreu na noite da última sexta-feira (14), por volta das 20h20.

A ocorrência foi atendida por agentes da GCM (Guarda Civil Municipal). Eles informaram que realizavam serviços de praxe na base da GCM da avenida Raposo Tavares, no bairro da Paulicéia, momento em que foram surpreendidos por uma mulher de 35 anos que, de forma espontânea, adentrou a base segurando a filha de 13 anos pelo cabelo.

Ao questionarem a mulher sobre o porquê dos maus-tratos, ela informou que ia sair com a filha para comprar roupas de presente; contudo, mediante a recusa da adolescente, ficou agressiva e levou a adolescente daquela forma à base da GCM para que o Conselho Tutelar fosse acionado. Os guardas relataram que a mulher encontrava-se em grande estado de agressividade e instabilidade emocional, aparentando estar fora de si, visto que fornecia informações desconexas e gritava em plena via pública.

Já a adolescente buscou abrigo na parte interna da base. Ela relatou aos guardas que vive com sua avó de 93 anos e com seu pai, portador de esquizofrenia, porém detentor de sua guarda legal. A criança contou que decidiu acompanhar a mãe, pois temia que ela ficasse agressiva com sua avó de 93 anos, por conta de ela já ser idosa. Acerca das agressões, a adolescente disse que sua mãe lhe ofereceu uma roupa, mas ela não aceitou, razão pela qual sua mãe a pegou pelo cabelo e a levou até a base da GCM.

Já ao questionarem a mãe da adolescente, autora dos maus-tratos, ela nada esclarecer sobre o ocorrido. Como ela estava muito nervoso, apresentava dificuldade em articular ideias e palavras.

Os agentes da GCM informaram, ainda, que não havia nenhuma lesão visível no corpo da adolescente, mas que ainda assim acharam melhor solicitar a expedição de um exame de corpo de delito à vítima. O Conselho Tutelar também foi acionado.

No plantão policial, o delegado Mario Bortoleto Torina tomou ciência do ocorrido e registrou o fato como crime de maus-tratos, conforme rege o artigo 136 do Código Penal. Na sequência, o caso foi encaminhado ao 3º Distrito Policial do município (área da circunscrição), para que haja prosseguimento da investigação. 

Fonte: Jornal de Piracicaba

Alessandra Vieira e Edson Vieira marcam presença em encerramento da Festa de Santo Amaro.


A deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB) e o ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB) prestigiaram neste sábado (15) o encerramento da tradicional Festa de Santo Amaro, na cidade de Taquaritinga do Norte.

Na oportunidade, ambos estiveram acompanhados dos ex-prefeitos Jânio Arruda (PSD) e Jarbas Pinto, dos vereadores Amauri de Mino (PSD), Hélio de Novo (PSD), Guilherme Cumaru (PSD) e Nathalia de Luquinha (PTB), além de demais lideranças locais.

A deputada destacou na oportunidade sua ligação com a festividade. “A Festa de Santo Amaro em Taquaritinga do Norte já alcançou 220 anos de tradição, história e muitos testemunhos de fé. Sou grata por poder marcar presença todos os anos nessa procissão, ao lado de Edson Vieira, junto com amigos e amigas. É mais uma oportunidade de agradecermos a Deus por nos manter firmes na caminhada”, destacou a deputada.

“Todos os anos, junto com Alessandra, procuro marcar presença nesta festividade que recebe milhares de pessoas de diversas regiões para celebrar a fé. Aqui a gente também encontra amigos e amigas e reafirma o nosso compromisso de seguir lutando e trabalhando por dias melhores”, afirmou o ex-prefeito Edson Vieira.

Homem é preso em Recife suspeito de vender carne de cachorro como se fosse de bode.


Um homem de 62 anos foi preso no Ibura, Zona Sul do Recife, na noite do último sábado (8), suspeito de maus-tratos contra animais. Testemunhas relatam que ele resgatava cães das rua e, em seguida, os matava para vender a carne como se fosse de bode em mercados públicos.

A Polícia Civil de Pernambuco informou ao Folha Pet que instaurou inquérito para apurar o caso.

Protetora de animais há mais de 40 anos, Maria do Carmo Figueiredo França de Souza, conhecida como Carmo Proteção, foi quem fez a denúncia e resgatou 17 animais da casa do homem, incluindo cães, galinhas e periquitos. Ela disse que foi no sábado até a residência após ser alertada por vizinhos e se deparou com a situação de maus-tratos. 

Imagens compartilhadas por Maria do Carmo com a reportagem mostram as condições precárias do local, com fezes e carcaças de animais espalhadas, bem como muitos cães machucados e doentes e até corpos em estado de decomposição.

“Veio uma viatura da PM passando e perguntei se podiam ajudar. Quando chegaram na casa, tinha cadáveres, pedaços de animais, animais comendo outros animais, debilitados, fracos, com tumores, com tapurus. Uma coisa horrível”, relatou Carmo Proteção. 

Ela contou com a ajuda do médico veterinário Roberto Silva e ainda deve buscar mais quatro animais no local. [saiba mais abaixo como ajudar financeiramente nos cuidados dos animais]

Maus Tratos

Relatos de testemunhas contados à protetora indicam que ocorriam sessões de maus-tratos durante a madrugada. “Uma vizinha veio e disse que de madrugada escutava muitos gritos [dos animais]. Quando chegou na delegacia, o delegado perguntou a ele o que fazia com os bichos e ele disse que precisava fazer isso porque a mulher ia vender os animais para se sustentarem”, acrescentou a protetora.

Essa mulher, que seria esposa do homem preso, ainda não foi identificada e localizada. 

“Ele jogava água quente nos cães, tirava a pele e vendia como bode. O pessoal disse que todo mundo ali comprava, mas não sabia que era cachorro. Ele saía com um isopor [para levar às feiras] e tinha uma mulher que saía daqui com uma Hilux”, completou Carmo.

A protetora disse que a carne dos cães era vendida como bode em feiras como Águas Compridas, em Olinda, e Água Fria, na Zona Norte do Recife. 

A polícia investiga a denúncia da venda de carne de cachorro.

Investigação
Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou ao blog que prendeu o homem em flagrante delito através da Delegacia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Segundo a corporação, o homem foi autuado pelo crime de Crueldade contra Animais doloso e consumado.

Esse crime está previsto na Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, que versa sobre crimes contra a fauna. A pena pode ser de um a três anos de detenção, além do pagamento de multa.

“O policiamento local foi ao lugar e, após a constatação da situação dos animais, o proprietário da residência foi conduzido à delegacia”, disse a corporação.

O inquérito foi instaurado, e a polícia disse que outras informações poderão ser repassadas “após a completa elucidação do caso”.

O Folha Pet entrou em contato com a Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais do Recife (Seda) para saber se houve alguma ação da pasta no caso. A assessoria de comunicação informou que recebeu uma denúncia, na sexta-feira (7), e enviou equipe de fiscalização ao local.

"Ao chegar no endereço, foi verificado que uma pessoa resgatou um cachorro e o socorreu para o Hospital Veterinário do Recife Robson José Gomes de Mello (HVR). No HVR, o cão recebeu todo o atendimento disponível e necessário para a situação. Contudo, devido à gravidade do quadro e a confirmação de uma série de doenças, foi necessário encaminhar o animal para internação em outra unidade", afirmou a Seda no comunicado.

A secretaria acrescentou que acionou a Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma), órgão responsável por instaurar inquéritos, para investigar o caso. 

Fonte: Folha PE

Por que a população mundial está engordando?


Apesar da crescente conscientização da necessidade de se manter um peso saudável, os indícios atuais revelam que a população mundial está engordando. Assim, para alcançar esse objetivo ainda têm um longo caminho pela frente.

Em um extremo do espectro, tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento, o número de pessoas acima do peso está, em média, aumentando. No outro extremo, distúrbios alimentares como a anorexia e a bulimia nervosa são uma preocupação crescente.

Engordando mais rápido

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, quase dois bilhões de adultos – cerca de um terço da população global – estavam acima do peso. Destes, mais de 600 milhões eram obesos. A obesidade é hoje considerada um dos mais graves desafios à saúde pública enfrentados pelos países desenvolvidos, um risco até maior à saúde do que fumar.

Ainda mais preocupantes são os dados sobre crianças acima do peso e obesas, com o número de crianças acima do peso com menos de cinco anos de idade estimado em mais de 42 milhões. Embora a taxa de crescimento tenha diminuído, a tendência ainda é de crescimento, e isto tem implicações para a saúde global no longo prazo, porque é muito provável que crianças acima do peso tornem-se adultos obesos e acima do peso.

Há muito mais em jogo do que apenas ter boa aparência. O excesso de peso afeta seriamente a expectativa e a qualidade de vida por aumentar o risco de doenças evitáveis, como o diabetes tipo 2 – que está agora ocorrendo em adultos mais jovens – e doença cardiovascular.

Por causa das consequências econômicas e sociais da obesidade, um número cada vez maior de países está adotando políticas de saúde pública a fim de diminuir a velocidade de crescimento do número de casos.

Nossa crescente populaçãoO Brasil está incluído entre as nações com os maiores índices de obesidade do mundo, ocupando o terceiro lugar entre os países integrantes do Brics (logo atrás da África do Sul e da Rússia), bloco composto por países com economias de mercado emergentes, que têm uns dos maiores índices de pessoas acima do peso. No país, 54,4% da população adulta encontra-se acima do peso, sendo 17,9% o índice de obesos entre esse grupo. Estima-se que a obesidade atinja ainda 5% das crianças abaixo de cinco anos.

Então, por que o controle eficaz do peso é um problema tão grande hoje em dia? E por que tanta gente acha difícil conquistar um pedo saudável e mantê-lo ao longo da vida?

Por que estamos engordando?

A resposta simples é que há um desequilíbrio entre a quantidade de calorias que ingerimos por meio de alimentos e bebidas e a quantidade de energia que gastamos para manter nosso corpo funcionando e executar atividades da vida cotidiana. Há três motivos principais para isto:

  • A tendência a um estilo de vida mais sedentário, estimulado pelos avanços na tecnologia;
  • A disponibilidade de alimentos calóricos, possibilitada pelos avanços no processamento da comida nos últimos 70 anos;
  • O funcionamento do corpo humano, que foi concebido para armazenar gordura a fim de assegurar a sobrevivência no mundo precário dos caçadores-coletores.

Além disso, o estresse e as tensões da vida moderna podem desencadear a alimentação reconfortante, mais provavelmente o consumo de alimentos com alto teor de gordura e açúcar. Como o corpo armazena a energia não utilizada na forma de gordura corporal, quando nossa ingestão é maior que a energia que despendemos, nós engordamos.

Estilo de vida sedentárioA tecnologia moderna reduziu a quantidade de atividades físicas que praticamos na vida cotidiana em todos os níveis, do transporte pessoal aos aparelhos que economizam trabalho no lar e no escritório. Tanto a concepção do ambiente urbano, que desestimula as atividades físicas e a mobilidade ativa, quanto a disponibilidade generalizada do automóvel tiveram enorme impacto nos níveis diários de atividades da pessoa comum: caminhar a um ritmo moderado, por exemplo, queima cerca de 250 kcal em uma hora, ao passo que dirigir queima 100 kcal por hora.

Alimentos com alto teor energéticoAo mesmo tempo, mudanças nos hábitos sociais nos fizeram comer refeições menos estruturadas, refeições prontas compradas no supermercado, ou refeições para viagem com elevado teor de gordura, suplementadas com lanches frequentes com alto teor energético. Pesquisas mostram que até 45% da ingestão alimentar de algumas crianças provêm de lanches, e não de refeições regulares.

Nosso corpoO problema maior é inerente à fisiologia humana – nosso corpo foi concebido para o mundo dos caçadores-coletores. Durante milhares de anos, a busca por comida exigiu altos níveis de dispêndio de energia. Alimentos ricos em gordura e açúcar eram capazes de salvar vidas.

Depois, quando a agricultura se desenvolveu, era necessário esperar meses entre o plantio e a colheita. Sobreviver era uma luta. Os indivíduos que não possuíam um suprimento de energia sob a forma de gordura corporal para quando a comida era escassa não sobreviviam.

Marcha lenta da sobrevivência

Nosso organismo é programado para lidar com períodos de semi-inanição – se comermos menos, o corpo se torna mais eficiente para funcionar com menos comida. O metabolismo desacelera a fim de conservar energia. Por isso é difícil continuar perdendo peso apenas fazendo dieta. O corpo se adapta à mudança na ingestão de comida e desacelera todas as funções não essenciais.

Como lutar contra isso

Se seu estilo de vida moderno ajudou você a engordar:

Dica 1: Reduza a ingestão de gorduras e açúcares. Restrinja seu consumo de alimentos processados, fast-food e bebidas açucaradas.

Dica 2: Aumente a ingestão de frutas, hortaliças, grãos integrais e nozes. Prepare as refeições em casa.

Dica 3: Aprenda a reconhecer a diferença entre fome e apetite, e a parar de comer quando você não tem necessidade física de combustível. Fique atento às porções.

Dica 4: Transforme as atividades físicas em parte de sua vida – são recomendados 150 minutos por semana para adultos e 60 minutos por dia para crianças. Uma caminhada diária com um amigo, uma partida de futebol semanal, uma aula de dança – existem muitas formas agradáveis.


Justiça decreta prisão preventiva de pastor acusado de estuprar pelo menos oito mulheres.

A Justiça decretou, nesta sexta-feira, a prisão preventiva do pastor Sérgio Amaral Brito, de 49 anos, acusado de estuprar pelo menos oito mulheres. Como ele já estava atrás das grades desde 16 de dezembro, o prazo da prisão temporária de 30 dias estava prestes expirar. Agora, não há tempo definido para que ele permaneça na cadeia, enquanto aguarda o curso do processo.

De acordo com o delegado Angelo Lages, titular da 66ª DP (Piabetá), responsável pelas investigações, os relatos na delegacia das oito vítimas identificadas aponta para um mesmo modo de atuação do religioso. Sérgio, que também se apresentava como psicanalista, sexólogo e terapeuta, se aproveitava de sua posição para se aproximar gradativamente das mulheres.

— São oito vítimas uníssonas. Todas com o mesmo tipo de declaração, o que comprova que os crimes aconteceram. Tudo seguia um roteiro, era o modus operandi dele. Na relação de pastor, de terapeuta, ele ganhava a confiança, dava aqueles abraços, e ia evoluindo até chegar ao abuso — conta o delegado.

Uma das vítimas, que procurou a Polícia Civil já depois da prisão, narrou ter sido estuprada em 2014, quando tinha 26 anos. Assim como nos outros casos, o crime aconteceu em um consultório mantido por Sérgio na cidade de Magé, na Baixada Fluminense.

Os depoimentos de mulheres que contam ter sido abusadas pelo pastor revelam que o religioso oferecia um "abraço terapêutico" e, sob esse pretexto, esfregava o próprio corpo nas vítimas. Ao ser interpelado pelos pais de uma das denunciantes, ele alegou que aquele tipo de prática fazia parte de uma técnica aprendida no exterior.

De acordo com a declarações colhidas pelos investigadores da 66ª DP, o pastor também chegava a orientar que as vítimas afirmassem em sua presença que eram "gostosas". Ele dizia que isso ajudaria as pacientes a melhorar a autoestima. O suposto processo terapêutico do religioso incluía ainda um pedido para que as mulheres levassem fotos íntimas ou até uma lingerie ao atendimento, ficando só em roupas de baixo no consultório.

— Ele pediu para que eu levasse para ele fotos minhas de calcinha e sutiã. Disse que, se eu preferisse, poderia levar uma lingerie na próxima consulta e mostrar em meu corpo. Eu respondi que não faria aquilo, e ele me chamou de rebelde. Fui embora dali. Depois, procurei outro terapeuta, contei o que havia acontecido e perguntei se aquilo era normal. Ele disse que nunca havia visto nada igual. Eu me senti suja e impotente diante de tudo o que aconteceu — relata, sob anonimato, uma das vítimas do pastor, que esteve em uma consulta com ele em 
2013, quando tinha 27 anos.

Ela e outras quatro vítimas se reuniram em um grupo nas redes sociais depois que a prisão do pastor veio à tona. O objetivo é colher denúncias de mais mulheres que tenham sofrido abusos nas mãos do religioso.
Fonte: Globo Rio